Como harmonizar Pinhão e vinho?

Como harmonizar Pinhão e vinho?

Em julho as festas juninas dão lugar as “julinas” e um dos protagonistas que combina perfeitamente com o clima mais frio é o Pinhão. Com seu sabor e gosto característico pode ser usado em inúmeras preparações gastronômicas.

Além do sabor, possui valor nutritivo. São fontes de proteína, lipídio, hidrato de carbono e ácidos aminos. Possuem uma alta concentração de amido e fibra dietética que ajuda o sistema digestivo e a prevenção doenças intestinais e cardíacas.

Por sua textura suave e sabor mais neutro, em termos de harmonização deve-se prestar atenção nos outros ingredientes dos pratos e nos métodos de preparo.

Os pinhões podem ser preparados refogados no óleo, como um tira gosto. Nesse caso, Sauvignon Blanc pode ser a escolha ideal.

Os pinhões podem acompanhar diferentes tipos de carne. Refogados, processados com leite ou creme, e temperados com ervas, por isso, um vinho tinto de corpo médio e boa textura como o Carmenere pode ser o ideal. Mas, para pratos mais leves, em sua maioria, combina opções de vinho com as uvas Pinot Noir.

Para as versões doces que utilizam o pinhão como ingrediente principal, pense em vinhos doces que correspondam à doçura do prato, como os late harvest, ou seja, vinhos de colheita tardia que tem um residual de açúcar maior.

Aqui na Adega Brasil você encontra rótulos nacionais e internacionais para harmonizar com a sua receita de pinhão. Passe em uma de nossas cinco lojas 🙂

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *